Indaiatuba é uma das cidades com pior desempenho no combate à Covid

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Indaiatuba foi considerada uma das piores do estado no combate à Covid-19. O apontamento foi feito pelo estudo do Núcleo de Estudos das Cidades (NEC), desenvolvido pela Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), entidade ligada à Universidade de São Paulo (USP).

 

O trabalho levou em consideração a taxa de mortes por habitante dos 41 municípios paulistas com população superior a 200 mil habitantes. Foram considerados os números de óbitos ocorridos até o dia 20 de julho de 2022, obtidos na Fundação SEADE e nos boletins epidemiológicos dos municípios, e as populações no ano de 2021 projetadas pelo IBGE.

 

A taxa de mortalidade registrada na cidade foi de 476,04 mortes a cada 100 mil habitantes, quase o dobro do registrado no município de melhor desempenho, que é São Carlos.

 

O parâmetro para avaliar o desempenho dos municípios no combate ao Covid-19 leva em consideração as ações empreendidas pelo poder público municipal e a qualidade do sistema municipal de Saúde.

 

Os cinco municípios com melhor desempenho são São Carlos, com 238,60 mortes por 100 mil habitantes; Embu das Artes, com 243,86; Araraquara, com 295,58; Cotia, com 300,53; e São José dos Campos, com 304,35.

 

Os cinco municípios com pior desempenho são Ribeirão Preto, com 469,37 mortes por 100 mil habitantes; Santo André, com 475,07; Indaiatuba, com 476,04; Santos, com 593,79; e São José do Rio Preto, com 669,48.

Receba as principais notícias de Salto e região toda semana em seu e-mail e WhatsApp de forma GRATUITA com a qualidade e profissionalismo que o PRIMEIRAFEIRA apresenta semanalmente em nossas edições na comodidade de seu lar.

    E-mail:
    Celular: