Setor da construção impulsiona geração de empregos em Salto

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Dados divulgados pelo CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) apontaram que a cidade de Salto registrou saldo positivo de empregos no mês de março. Foram 1.264 admissões e 1.241 demissões no período, um saldo de 23 novas vagas de trabalho. O resultado, entretanto, foi pior que o mês anterior. Em fevereiro, haviam sido criados 268 postos de trabalho. No acumulado do ano, foram 3.962 vagas criadas e 3.652 demissões.

 

O setor da Construção foi o principal responsável pela maior criação de vagas. Foram 30 novos postos de trabalho abertos, seguido do setor de Serviços e da Indústria, com 11 postos criados cada uma. O Comércio, apesar de ter registrado mais de 275 admissões, fechou 304 postos de trabalho, o que representa 29 vagas de trabalho a menos no setor.

 

Na região, Indaiatuba, Itu e Porto Feliz também registraram saldo positivos de empregos em março. Em Indaiatuba foram 4.341 admissões e 3.940 demissões (saldo de 401 novas vagas); Em Itu, 2.504 admissões e 2.402 demissões (saldo de 102 novas vagas); e Porto Feliz criou 81 novos postos de trabalho, com 719 admissões e 638 demissões.

 

A exceção dentre as cidades da região foi Cabreúva, que registrou queda nas vagas de trabalho em março, com 36 postos de trabalho fechados. Na cidade foram 633 contratações e 669 demissões.

Receba as principais notícias de Salto e região toda semana em seu e-mail e WhatsApp de forma GRATUITA com a qualidade e profissionalismo que o PRIMEIRAFEIRA apresenta semanalmente em nossas edições na comodidade de seu lar.

    E-mail:
    Celular: